Entrevista Daniel Almeida

Poker Pro Brasil nas Redes Sociais

Acesse a nossa Playlist no Spotify

WhatsApp (11) 97206-8732

Links e Referências deste Episódio

Entre em contato com Daniel Almeida

Poker Pro Brasil


Fala galera, sejam muito bem vindos a mais um episódio do Podcast Poker Pro Brasil. O Podcast que te ajuda a conhecer os bastidores do jogador profissional de Poker.

Aqui quem fala é o Sergio AT Oliveira e antes de apresentar o nosso entrevistado, eu gostaria de agradecer as mensagens de felicitações dos nossos ouvintes. O Podcast mal começou e já tem bastante gente parabenizando pelo nosso trabalho. Este tipo de atitude nos mostra que começamos bem. Apesar disso, sabemos que a jornada está só começando e que temos um longo caminho a percorrer.

Hoje eu tenho a honra e o prazer de entrevistar uma pessoa que já atua profissionalmente há algum tempo e que se destaca bastante pelos seus resultados, assim como pela forma com que consegue transmitir todo o conhecimento que já adquiriu no poker até hoje.

Eu falo isso porque eu já tive a oportunidade de assistir diversos treinamentos que ele realizou e eu fiquei impressionado com a maneira com a qual ele consegue simplificar conteúdos complexos.

Seu nome é Daniel Almeida e ele vai contar pra nós um pouco da sua história e como conseguiu chegar até aqui. Daniel, seja muito bem vindo ao nosso Podcast e muito obrigado por aceitar esse convite.

Daniel Almeida

Fala Sergio, quero dizer que é um grande prazer estar aqui. Eu gosto bastante de participar e poder transmitir alguma coisa pra galera que está começando.

Fico agradecido pelos elogios que você fez. Quando eu faço os treinamentos no Sensei, ou quando faço algum coach, eu procuro simplificar ao máximo as coisas, porque eu acho que o aprendizado do jogador se torna mais simples. Quando eu comecei, não havia tanto acesso a informação como há hoje. Então, era muito difícil. Tudo você tinha que começar do zero, entender tudo sozinho, pois não tinha ninguém para te ajudar…

O que eu tento fazer hoje é simplificar as coisas, para que a evolução dele seja muito mais rápida em relação a minha.

Poker Pro Brasil

Antes de você ser instrutor e jogador de poker, você já teve alguma experiência com ensino ou esta foi a sua primeira experiência?

Daniel Almeida

Não, não, aí que está o grande segredo! Antes de ser jogador profissional de poker, eu era professor de matemática, com mais de 7 anos de experiência. Então, eu consegui trazer toda essa base de conhecimento no ensino para o poker.

Eu acredito que sem esse background é provável que eu não teria essa facilidade em transmitir o meu conhecimento.

Poker Pro Brasil

Que legal cara! Eu acho muito bacana você contar isso, porque reforça uma tese de que nada é por acaso, não é verdade?

A sua experiência anterior com o ensino contribuiu de forma significativa para o trabalho hoje, ou seja, você ralou bastante antes nesta área e isso te ajudou a aperfeiçoar as suas habilidades com o ensino do poker.

Daniel Almeida

Com certeza! Eu sempre gostei muito da área de ensino. No entanto, eu não escolhi matemática por causa do ensino. Eu fiz esta escolha na faculdade simplesmente porque eu gostava de matemática.

Eu não sei dizer exatamente quando eu comecei a ensinar matemática. Foi simplesmente uma oportunidade que surgiu, na época eu não tinha nenhum emprego, e eu acabei encarando e percebi que tinha muita facilidade para dar aula. Fiz isso durante sete anos, sendo 4 de forma exclusiva e três em paralelo com o poker.

Poker Pro Brasil

Como foi o seu primeiro contato com o Poker? Você já jogava algum outro jogo de baralho ou esta foi a sua primeira experiência?

Daniel Almeida

Então, o poker foi a minha primeira experiência, e única experiência, com jogos de baralho. A galera até acha meio bizarro, porque eu não sei jogar nenhum outro jogo de baralho, nem truco.

Poker Pro Brasil

Você tá de brincadeira. Você não sabe jogar truco?

Daniel Almeida

Eu não sei jogar nem rouba monte, kkkk

Poker Pro Brasil

hahahahahahahaha

Daniel Almeida

A minha mãe sempre jogou muito bem canastra e sempre quis me ensinar, mas eu sempre corri de jogo de baralho…

Em frente a faculdade havia um bar onde a galera jogava poker, inclusive o dono do bar também se tornou jogador profissional de poker, mas na época ele também não tinha a menor noção do jogo.

Eu me lembro que comecei a jogar e achei bem interessante, mas não tinha a menor ideia de que alguém poderia viver daquilo. Eu nunca tinha ouvido falar do termo “Profissional de Poker”.

Depois de um tempo, o Fabinho (dono do bar) me mostrou uma revista Flop, onde, no final da revista, havia uma tabela de odds, bem simples. Eu olhei e vi que o jogo era matemática pura. A gente decorava aquilo e usava nos jogos do bar.

Depois disso, eu tive a oportunidade de conhecer, e ler, o livro do Leo Bello, que pra mim, foi um divisor de águas. Na minha opinião, todo jogador precisa passar pelo livro do Leo Bello. Depois vieram outros livros e eu comecei a me dedicar muito mais ao aprendizado do jogo.

Poker Pro Brasil

Muito legal você mencionar o Leo Bello. Ele contribuiu bastante para o desenvolvimento do Poker no Brasil…

Você disse que nunca se envolveu com nenhum jogo de baralho. Por que com o Poker foi diferente? O que te chamou a atenção nesse jogo que foi diferente dos outros jogos de baralho?

Acesse o nosso podcast e ouça a entrevista na íntegra


Poker Pro Brasil nas Redes Sociais

Acesse a nossa Playlist no Spotify

WhatsApp (11) 97206-8732

Poker Mathe 2.0